Exerese com sutura

Dermatologia cirúrgica

Quais as indicações do shaving e eletrocirurgia?

São procedimentos com finalidade terapêutica para retirada de lesões de pele, principalmente as  pedunculadas (p.ex. acrocordons), lesões benignas superficiais (p.ex. siringomas e ceratoses seborreicas) e telangiectasias faciais (“vasinhos”).

Como é realizado o procedimento?

É realizado ambulatorialmente, com material estéril, sob anestesia local (em algumas situações podemos utilizar apenas a anestesia tópica, em creme). Na técnica de shaving (do inglês “barbear”) ou excisão tangencial, utilizamos um bisturi ou tesoura fina sob a lesão para cortar sua base. É frequente a complementação do procedimento com a eletrocirurgia onde utilizamos um bisturi de alta frequência para hemostasia (interromper o sangramento).

O fragmento de pele removido é enviado para exame anatomopatológico (análise microscópica) em laboratório, quando necessário. Não há cortes na pele e portanto não é necessária a  realização de sutura (pontos) ou aplicação de curativos.

Quais os cuidados após o procedimento?

Retorna-se a rotina normal após o procedimento. Na maioria dos casos, não há necessidade do uso de antibióticos, repouso e aplicação de curativos. Forma-se uma crosta (“casquinha”) sobre a área e a cicatrização ocorre entre 7 e 15 dias, a depender do tamanho e local da lesão.  Também é necessário evitar a exposição solar no local por, no mínimo, 2 meses.

Ficarei com uma cicatriz no local?

Essa técnica é utilizada para lesões superficiais  (que atingem epiderme e derme superficial) e resulta em cicatrização com excelente resultado estético, muitas vezes a cicatriz torna-se imperceptível a olho nu após algumas semanas.

 

Saiba mais:

Nenhum conteúdo relacionado

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber dicas e novidades nos cuidados com a pele.

Segunda a sexta - 9h às 19h

+55 11    38639365

+55 11    30327431

+55 11 950393499

Rua Cláudio Soares, 72 . Sala 106
Pinheiros
São Paulo . SP . Brasil
05422-030