Hiperhidrose
Cosmiatria

Toxina Botulínica – Hiperhidrose

O que é hiperhidrose?

A hiperhidrose ou transpiração excessiva ocorre quando a produção de suor é maior que o necessário para manter a temperatura corporal. Ocorre transpiração excessiva em áreas localizadas e simétricas (dois lados do corpo) como axilas, palmas das mãos, plantas dos pés, face e couro cabeludo, virilha e outras regiões ( p.ex. embaixo das mamas), enquanto no restante do corpo a transpiração é normal.

A hiperhidrose gera um impacto físico, psicológico e ocupacional. Provoca situações embaraçosas e muitas vezes limita algumas atividades diárias.

Porque acontece a hiperhidrose?

O quadro geralmente começa na infância ou adolescência e há uma predisposição genética (a maioria dos pacientes tem familiares com o mesmo problema). As causas não são totalmente esclarecidas, acredita-se que há uma resposta anormal (excessiva) nas áreas cerebrais responsáveis pelo controle da sudorese.

Os principais fatores desencadeantes são aumento da temperatura (calor), estresse emocional e uso de substâncias estimulantes como cafeína. Entretanto, alguns episódios de sudorese excessiva podem acontecer sem nenhum fator desencadeante.

Quais os tratamentos disponíveis para hiperhidrose?

Existem várias opções de tratamento, a avaliação durante a consulta dermatológica é essencial para definir a melhor abordagem para cada caso.

  • Antitranspirantes: geralmente é o primeiro recurso utilizado pelos pacientes. São produtos a base de cloridroxido de alumínio. Após a aplicação na superfície da pele a substância deposita-se no canal da glândula sudorípara (que produz o suor) e diminui a taxa de eliminação do mesmo. O tipo de formulação e a aplicação correta (modo de uso) são fatores essenciais para conseguir bons resultados.
  • Na literatura médica encontramos bons resultados com o uso de iontoforese (aparelho para uso domiciliar) e uso de ondas eletromagnéticas (aparelho de uso médico que promove a destruição das glândulas de suor).
  • Cirurgia: local (consiste na remoção das glândulas sudoríparas no local afetado, p.ex. axilas) e simpatectomia transtorácica (trata-se de um procedimento realizado pelo cirurgião torácico sob anestesia geral; é realizada a remoção das vias neurais envolvidas no controle da sudorese no interior do tórax. Pelos riscos envolvidos e complexidade da intervenção cirúrgica é o último recurso utilizado no tratamento da hiperhidrose).
  • Toxina Botulínica: resulta em um bloqueio químico dos nervos que levam o estímulo para as glândulas produzirem o suor, isso resulta na redução temporária da produção de suor no local tratado.

Como é realizada a aplicação da toxina botulínica no tratamento da hiperhidrose? Dói?

  • O primeiro passo é a realização do Teste de iodo-amido: sobre a pele, aplica-se uma solução iodada e após o amido de milho. Na presença de suor formam-se pontos preto-azulados. Esse teste possibilita delimitar a área correta de hiperhidrose e que necessita de tratamento.
  • Aplica-se então um creme anestésico por 20-30 min.
  • Após limpeza e assepsia local é realizada a aplicação da toxina botulínica com uma seringa com agulha curta e fina (semelhante a utilizada para aplicação de insulina). A injeção é superficial e aplicada a cada 1 cm. O número de pontos de aplicação depende do tamanho da área com excesso de suor (teste de iodo-amido).
  • Durante a aplicação, utilizamos crioanalgesia (“gelinho”) e analgesia vibratória para reduzir o desconforto das picadas. No tratamento da região axilar (local mais comum) a dor é mínima e o procedimento é bem tolerado.

Qual a eficácia e duração de ação da toxina botulínica no tratamento da hiperhidrose?

O resultado é percebido 2 a 4 dias após a aplicação, com efeito crescente até 2 semanas. Após esse período é realizada nova avaliação (teste de iodo-amido) e , se necessário, pontos adicionais de toxina botulínica são aplicados. Os estudos científicos demonstram uma redução superior a 80% na produção de suor. Os resultados obtidos são temporários e as aplicações devem ser repetidas em intervalos entre 7 a 16 meses, a depender da resposta de cada paciente.

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber dicas e novidades nos cuidados com a pele.

Segunda a sexta - 9h às 19h

+55 11    38639365

+55 11    30327431

+55 11 950393499

Rua Cláudio Soares, 72 . Sala 106
Pinheiros
São Paulo . SP . Brasil
05422-030